Cláudia: Um percurso de renascimento | Eu Dou a Cara

Dia após dia, o Pânico e a Depressão foram-se apoderando da vida de Cláudia.

Tudo o que incluísse pessoas era impensável para a Cláudia. Não se sentia bem, começava com suores, o coração a bater muito rápido. Até o barulho e as luzes dos espaços públicos a incomodavam. Em contrapartida, o medo de viver uma crise de Pânico e não ter ajuda de ninguém, era algo que lhe assombrava o dia a dia.

Com o Pânico surgiu também a Depressão e a vida da Cláudia ficou completamente bloqueada. E assim foi, durante anos. Por muito que sentisse que não estava bem e que aquele não era o caminho, sozinha não conseguia gerir nem encontrar a saída daquele “buraco” negro.

A Cláudia iniciou um tratamento psicoterapêutico e foi aí que começou o seu percurso de renascimento. Conseguiu resolver o que a bloqueava e deu uma reviravolta à sua vida. A Cláudia só queria ser feliz e hoje consegue-o ser, sem medos nem receios. Hoje dá a cara pela sensibilização de um tema tão importante: a Saúde Mental. 

 

homem a ajudar mulher em panico

Alguém que sofre de Ataques de Pânico explica, na primeira pessoa, como é que quem está próximo pode ajudar. São 10 simples passos que farão a diferença.

A Depressão é de facto um estado de tristeza profunda. Contudo, é patológico. Afinal, o que é a Depressão? O está na origem desta enorme angústia?

 

1 em cada 4 pessoas sofre, ou já sofreu, de perturbações emocionais. Contudo, raramente partilham a sua história. O estigma é ainda gigantesco e por isso nasceu este projeto. Convidamos todos aqueles que superaram uma perturbação emocional a contar a sua história. A Dar a Cara.

Comentários