STRESS
PÓS-TRAUMÁTICO

O que é o Stress-Pós-Traumático?

O Stress Pós-Traumático é uma grave perturbação psicológica que ocorre quando uma pessoa é exposta a um evento traumático causador de ansiedade extrema e pânico como, por exemplo, acidentes naturais, atos de violência ou guerras. Nem todas as pessoas que passam por estes eventos ficam traumatizadas ou condicionadas, apenas ficam as que não conseguem gerir corretamente as emoções sentidas.

Os eventos traumáticos são memórias de experiências dolorosas que provocam reações inconscientes de rejeição e medo. Assim, quem sofre desta perturbação vive condicionado, apresentando uma postura de evitamento perante elementos potencialmente agressores.

sinais a que deve estar atento

  • Recorda a experiência traumática de forma involuntária
  • Tem pesadelos frequentemente
  • Tem reações desproporcionais perante pequenas coisas que fazem lembrar o acontecimento
  • Chora facilmente sem motivo aparente
  • Sente dificuldade em adormecer ou em manter o sono
  • Recusa persistente de pensamentos, conversas, sentimentos, locais, pessoas e situações que façam lembrar o acontecimento
  • Mantém distância emocional e social de pessoas anteriormente significativas
  • Vive num estado de alerta permanente

Identifica-se com alguns destes sintomas?

Causas

A maioria dos casos de Stress Pós-Traumático é despoletada por experiências pessoais, no entanto, também sucede como reação a testemunhos dessas ocorrências a terceiros. Pode ocorrer em qualquer altura, desde a infância à 3.ª idade, estimando-se que tenha uma prevalência de 1 a 14% durante a vida. Algumas das situações mais comuns que podem desencadear Stress Pós-Traumático são testemunhar ou vivenciar situações de morte, de risco de vida ou de ameaça para a integridade física (incluindo acidentes, desastres naturais, crime violento, doença grave, internamento em cuidados intensivos, combate militar, abusos/maus tratos físicos e sexuais, assalto ou violação).

Sintomas

  • Irritabilidade ou explosões de fúria
  • Dificuldade de concentração
  • Instabilidade emocional
  • Insónias e pesadelos
  • Pensamentos intrusivos
  • Medo constante
  • Mal-estar psicológico
  • Reações dissociativas
  • Distúrbios alimentares
  • Reações de evitamento

Tratamento

O tratamento farmacológico, com recurso a psicofármacos que apenas atenuam os sintomas de ansiedade, ainda é um dos tratamentos mais utilizados. No entanto, a intervenção psicoterapêutica nos casos de Stress Pós-Traumático tem-se mostrado cada vez mais utilizada e eficaz.

O Modelo Psicoterapêutico HBM permite identificar os eventos traumáticos que originaram os medos involuntários e promove a libertação emocional dessas memórias traumáticas. Esta abordagem permite assim uma alteração na perceção das memórias e das representações mentais dessas experiências perturbadoras.

Artigos recomendados

Emília Ramos conta-nos como é possível ultrapassar um evento traumático de vida, como o cancro. A sua força interior e as ferramentas que a Psicoterapia lhe deu foram fundamentais.

O cancro é um evento de vida causador de stress e ansiedade que, quando não são geridos eficazmente, podem deixar marcas para a vida. Saiba que há estratégias para ajudar a gerir as emoções.

Dois testemunhos que mostram como os eventos traumáticos no passado podem levar a distúrbios emocionais graves durante toda a vida. Veja como é possível trabalhar esses traumas para voltar à vida normal.

Stress Pós-traumático
4.1 (82.55%) 47 votes