ATAQUES DE PÂNICO

O que é um Ataque de Pânico?

Falamos de Ataques de Pânico quando sentimos ansiedade extrema, que provoca sensações físicas tão fortes que são equiparáveis à sensação de morte iminente. Os Ataques de Pânico são uma doença psicológica em que se tem medo do próprio medo. Os Ataques de Pânico resultam de um distúrbio de Ansiedade, são de aparecimento súbito, ocorrem sem causa aparente e desencadeiam um conjunto de sintomas assustadores. São mais comuns do que muitas vezes se julga e nem sempre lhe damos a devida atenção.

sinais a que deve estar atento

  • Sente medo em sair de casa
  • Evita locais onde já sentiu sintomas de ansiedade
  • Evita circunstâncias causadoras de stress
  • Sente medo de morrer
  • Evita ambientes com muitas pessoas
  • Sente medo de «enlouquecer»
  • Sente medo de perder o controlo
  • Sente-se separado do seu corpo, espectador da sua própria vida

Identifica-se com alguns destes sintomas?

Causas

Todos os Ataques de Pânico são réplicas do primeiro ataque, em que o medo sentido foi tão grande que se começa a ter medo de o voltar a sentir. As pessoas podem sentir o primeiro episódio de Pânico em qualquer circunstância, como por exemplo a dormir, a conduzir, num centro comercial, em casa, entre outras situações.

São várias as circunstâncias, aparentemente normais, que não representam uma ameaça real, que podem potenciar estes ataques que condicionam a vida da pessoa. 

Quem experiencia um evento traumático associa inconscientemente os sintomas às circunstâncias, começando a fugir dessas mesmas circunstâncias para evitar sentir esses sintomas.

Sintomas

  • Dificuldade respiratória
  • Tonturas ou sensação de desmaio
  • Aumento da frequência cardíaca
  • Tremores
  • Transpiração
  • Náuseas ou diarreia
  • Dores abdominais
  • Formigueiros
  • Afrontamentos ou calafrios
  • Aperto no peito

Tratamento

Apesar do tratamento mais usado ser o farmacológico, com recurso a medicamentos que aliviam os sintomas dos Ataques de Pânico, o tratamento mais indicado é a Psicoterapia. Em algumas pessoas com sintomas mais graves, a medicação não resulta e os seus efeitos secundários são muito negativos.

Trabalhar as causas dos Ataques de Pânico através da Psicoterapia é a solução mais eficaz e sustentada para a maioria das pessoas. O Modelo Psicoterapêutico HBM permite a identificação da origem do Pânico e dispõe de técnicas que possibilitam a ressignificação das experiências perturbadoras, que condicionam e limitam a vida da pessoa.  

A eficácia da Psicoterapia HBM

Psicoterapia HBM  demonstra-se eficaz no tratamento dos Ataques de Pânico desde os estados mais leves até aos estados mais severos.

0%

após 8 a 10 sessões de tratamento,
81,9% dos pacientes apresentava
“ausência total de Ataques de Pânico e Agorafobia”

Artigos recomendados

 

Tito Baía partilha connosco a sua história sobre como foi debater-se com o problema dos Ataques de Pânico e encontrar uma solução que fosse eficaz e lhe devolvesse o equilíbrio emocional e permitisse recuperar a felicidade.

Conheça César, um jovem de 26 anos cuja Ansiedade limitou por completo o seu dia-a-dia. Em parceria com A Tarde é Sua, a Clínica da Mente ajudou o César a reencontrar o seu bem-estar. Saiba mais.

Em parceria com a TVI, a Clínica da Mente tratou Hugo Carvalho, que sofria de Ataques de Pânico que o impediam de ter uma vida normal. Veja o testemunho.

Ataques de Pânico
4.7 (94.47%) 257 votes