BURNOUT

O que é o Burnout?

O Síndrome de Burnout  é uma perturbação psicológica causada pelo stress excessivo devido a uma sobrecarga ou excesso de trabalho. A palavra Burnout  vem do inglês e significa “queimar até ao fim”.  Trata-se, portanto, de um esgotamento físico e mental decorrente de uma vida profissional desgastante e sobrecarregada, que incapacita o indivíduo de desempenhar tarefas quotidianas tais como trabalhar. Podemos dizer que o Burnout é uma resposta complexa ao stress profissional prolongado ou crónico.  

sinais a que deve estar atento

  • Sente pressão excessiva por parte das chefias
  • Tem dificuldade em executar as tarefas solicitadas
  • Tem uma carga horária excessiva
  • Tem mau ambiente social entre colegas e chefias
  • Sofre de violência psicológica e física no local de trabalho
  • Falta ao trabalho regularmente
  • Chega constantemente atrasado ao trabalho
  • Sai mais cedo do trabalho regularmente
  • Não tem vontade de ir trabalhar

Identifica-se com alguns destes sintomas?

Causas

A origem do Burnout está relacionada com fontes de stress inerentes à atividade profissional, a fatores organizacionais, e também a fatores de ordem pessoal. O Burnout pode ocorrer porque há uma maior competitividade no local de trabalho, uma pressão inadequada (desajustamento nas funções atribuídas, sobrecarga de tarefas, alterações no horário de trabalho) ou porque a atividade exercida é muito intensa, sujeita a riscos. O mau ambiente no trabalho, entre colegas e chefias, assim como problemas pessoais, podem também potenciar o aparecimento desta Síndrome. É, portanto, importante manter um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal para evitar que ocorra o Burnout.

Sintomas

  • Sensação de cansaço constante
  • Alterações de apetite
  • Desmotivação e apatia
  • Alteração do sono
  • Fragilidade do sistema imunitário
  • Dores de cabeça, lombares e musculares
  • Sentimentos de inutilidade
  • Sentimento de fracasso
  • Isolamento social
  • Baixa produtividade
  • Diminuição do sentimento de realização profissional

Tratamento

Nos casos de Burnout, o tratamento é complexo e envolve várias valências. Idealmente deverá haver uma melhoria nas condições e relações de trabalho, sendo que em casos mais extremos, deverá haver um afastamento temporário (baixa médica) até que a pessoa se restabeleça e encontre o seu equilíbrio emocional. O tratamento farmacológico é ainda bastante utilizado, embora apenas atenue os sintomas de stress e de depressão. A terapia mais adequada, que ajuda a pessoa a reestruturar-se emocionalmente e a encontrar um equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, é a psicoterapia. O Modelo Psicoterapêutico HBM tem-se revelado muito eficaz no tratamento do Burnout. Este modelo trabalha as causas do stress, ajudando a pessoa a utilizar as suas ferramentas para reagir perante situações agressoras no local de trabalho, sem colocar em causa a sua função ou a sua felicidade.

Artigos recomendados

 

Pedro Brás fala sobre a importância da saúde mental na felicidade dos colaboradores das empresas e qual o impacto que isso tem na produtividade das mesmas. 

A Psicoterapeuta Alexandra Pereira fala sobre as vantagens do apoio psicológico na prática de desporto de alta competição.  

A possibilidade de um jogador de alta competição falhar um penalti pode conduzir a um elevado nível de ansiedade e nervosismo extremo, que, no limite, pode levar ao esgotamento/burnout

Burnout
4.8 (95.59%) 59 votes