Quando recorrer à Psicoterapia HBM?

A Psicoterapia faz sentido em muitos momentos da nossa vida. É essencial quando estamos a sentir de dificuldades emocionais, quando sofremos de uma perturbação mental, mas também como ferramenta de desenvolvimento pessoal. Ou seja, a Psicoterapia é uma ferramenta necessária para quem quer evoluir e ser o melhor que consegue ser.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, 1 em cada 4 pessoas sofre ou já sofreu de perturbações emocionais. A medicação tem sido a primeira linha de tratamento, mas não a mais eficaz. Contudo, nem sempre as pessoas procuram outra solução.

A Psicoterapia HBM elimina os sintomas das perturbações psicológicas, trabalhando nas causas dos problemas psicológicos e mentais. Estudos mostram que os benefícios da psicoterapia são mais visíveis e duradouros do que os da medicação. A medicação pode amenizar sintomas, mas porque não trata a causa do problema, quando se termina o consumo da medicação, tendencial os sintomas regressam. Por isso, a Psicoterapia é tão importante para pessoas que tomam medicação diariamente ou em SOS e que não veem os resultados esperados.

Preciso de terapia?

Infelizmente, hoje em dia os problemas de origem emocional ainda são desvalorizados. Muitas das pessoas que estão à nossa volta não compreendem que quem não sai de estados de profunda angústia, ou até mesmo de medo constante, não o faz porque não consegue. Porque por muito que queira, precisa de ajuda. 

Não devemos deixar que este estigma nos afaste de ajuda profissional. É importante que saiba que quando sente que não consegue ultrapassar estas questões sozinhos, é fundamental de pedir ajuda!

Quando os sintomas que sente estão a prejudicar ou a limitar o seu dia-a-dia, precisa de ajuda profissional. A Psicoterapia ajuda a que seja mais consciente do que sente e a lidar com estas emoções. 

Devo começar um tratamento?

A Psicoterapia tem de ser uma escolha. Por ser um trabalho de equipa entre o paciente e o terapeuta, é fundamental que o paciente queira esta ajuda, esteja predisposto a fazer este caminho. Só é possível fazer este trabalho se o paciente for totalmente aberto e honesto em relação ao que sente. 

Contudo, até se sentir pronto para dar este passo, pode analisar se tem alguns comportamentos indicativos de perturbações emocionais:

  • Tem pensamentos que não saem da cabeça, dificultam a realização de tarefas simples;
  • Os sintomas estão a provocar um enorme peso e a reduzir a qualidade de vida;
  • O assunto impactou negativamente o rendimento na escola, no trabalho, ou até mesmo relações com outras pessoas.

Já tentei diferentes terapias e mesmo assim não estou a recuperar

Diferentes abordagens têm resultados diferentes. Contudo, a consistência é a chave. Há abordagens terapêuticas que estão estruturadas de forma a exigir compromisso. Este compromisso é o primeiro passo para a recuperação. A Psicoterapia HBM é um bom exemplo disso, dado que funciona através de Planos de Intervenção Psicoterapêutica, estruturados desde a primeira consulta, com objetivos de recuperação bem definidos. Quando conseguimos ver o resultado, o caminho torna-se mais claro.

Porque devo experimentar Psicoterapia HBM?

A psicoterapia HBM é muito eficaz no tratamento da maioria dos problemas de Saúde Mental, incluindo:

Perturbações de Ansiedade, como é o caso do Transtorno de Ansiedade Generalizada, do Síndrome do Pânico, da Perturbação Obsessivo-Compulsiva (POC), das Fobias, de Insónias crónicas, de Perturbações de Stress pós-traumático ou Fobia Social;

Perturbações de Angústia, como a Depressão ou a Perturbação Bipolar;

Perturbações Alimentares, como a Obesidade, a Anorexia ou a Bulimia;

Perturbações Somáticas, como a Fibromialgia e o Síndrome do Cólon Irritável. Ainda que a Psicoterapia não consiga resolver estes problemas somáticos na sua raiz, é muito eficaz como tratamento complementar, ajudando na gestão dos sintomas.

Nem todas as pessoas que beneficiam da psicoterapia têm um diagnóstico de perturbação mental. A Psicoterapia HBM pode ajudar em várias dificuldades que as pessoas sentem dificuldade em lidar do dia-a-dia, como por exemplo:

A resolver conflitos familiares, nomeadamente conjugais;

A aliviar o stress do trabalho (burnout), ou situações de maior tensão;

A lidar com grandes mudanças na sua vida, como um divórcio, a morte de um ente querido ou até mesmo a perda de um emprego;

A aprender a gerir emoções e comportamentos menos saudáveis, como a impulsividade, a agressividade;

A resolver problemas sexuais, como o vaginismo, a disfunção erétil ou mesmo a falta de líbido sexual;

A dormir melhor, se a pessoa sentir dificuldades em adormecer ou em ter um sono reparador.

MAIS SOBRE PSICOTERAPIA HBM