Cátia: Quando a Depressão nos tira a motivação de viver | Eu Dou a Cara

A tristeza era tal, que se sentia a pior pessoa do mundo.

A Cátia sentia que não era boa mãe, boa filha, boa esposa nem boa colega de trabalho. Vivia numa tristeza profunda que não tinha motivação para viver. O trabalho em vez de ser um escape tornou-se no seu pior inimigo e daí veio a exaustão, o “bater no fundo”. 

A verdade é que a Cátia só se sentia bem se estivesse sozinha, fechada no quarto. Andava sempre desanimada, stressada, sem qualquer rumo. As emoções que sentia eram tão fortes que teve até ideação suicida. Experimentou a medicação, mas sentia-se sedada e ainda mais desorientada. A origem do problema continuava ali, a atormenta-la.

A viver na Alemanha, tudo o que a Cátia mais queria era encontrar ajuda profissional na sua língua materna. Pesquisou, arriscou e recorreu a ajuda psicoterapêutica online. Recuperou a tranquilidade, a felicidade e ainda mais importante, recuperou a união da sua família. Hoje, a Cátia dá a cara pela Saúde Mental e pela esperança de que é possível ultrapassar as perturbações emocionais. 

 

rtp-depressao-a-nossa-tarde-pedro-bras

A Depressão é de facto um estado de tristeza profunda. Contudo, é patológico. Afinal, o que é a Depressão? O está na origem desta enorme angústia?

A Psicoterapia HBM é utilizada no tratamento de perturbações emocionais tais como a Depressão, a Ansiedade e os Ataques de Pânico. Saiba como funciona, em que consiste e de que forma se distingue de tratamentos convencionais.

 

1 em cada 4 pessoas sofre, ou já sofreu, de perturbações emocionais. Contudo, raramente partilham a sua história. O estigma é ainda gigantesco e por isso nasceu este projeto. Convidamos todos aqueles que superaram uma perturbação emocional a contar a sua história. A Dar a Cara.

Comentários