Stress Pós-traumático

Os eventos traumáticos, como acidentes naturais ou provocados pelo homem, atos de violência, guerras, entre tantos outros, a que as pessoas estão expostas e que criam um estado de pânico, podem potenciar uma perturbação grave de Ansiedade a quem os vive.

Nem todas as pessoas que assistem a eventos que provocam uma reação emocional forte se traumatizam ou ficam condicionados. Mas quem sofre com esses eventos, ao não gerir bem as emoções sentidas, pode ficar traumatizado.

Os traumas são memórias de experiências tão dolorosas que rejeitamos voltar a passar por elas. A reação de rejeição e de medo, muitas vezes, é inconsciente e não se consegue controlar.

Assim, quem sofre desta perturbação reage de uma forma abrupta aos elementos potencialmente agressores, criando situações de descontrolo que prejudicam muitas vezes a sua felicidade.

É comum pessoas que se traumatizam com acidentes de viação não conseguirem conduzir novamente, pessoas que vivem a experiência da guerra reagirem com medo extremo a simples barulhos estridentes, pesadelos noturnos constantes, entre outras sintomas extremos que limitam a paz interior.

Sintomas mais comuns

  • Evitamento de situações que possam recordar o trauma
  • Pensamentos intrusivos de medo constante
  • Irritação e instabilidade emocional constante
  • Insónias e pesadelos

Tratamento do Stress Pós-traumático

O tratamento mais convencional e mais usado é o farmacológico, com recurso a medicamentos que atuam nos sintomas da Ansiedade. No entanto para algumas pessoas, esta abordagem pode não trazer alterações sustentadas do seu estado emocional, ou não fazer sentido.

Assim, trabalhar nas causas que original esta extrema ansiedade pode ser a solução para a maioria das pessoas. O Modelo Psicoterapêutico HBM é um método que permite ao psicoterapeuta identificar os eventos traumáticos que originaram os medos involuntários e ajudar quem sofre na libertação emocional dessas memorias traumáticas. Esta abordagem permite compreender que a intervenção duradoura é a alteração na perceção das memórias, nas imagens mentais e nas representações mentais das experiências perturbadoras. Isto faz-se com técnicas de psicoterapia sem uso de medicação nem internamento.

O que é a Psicoterapia HBM?

 

A Psicoterapia HBM é um método de tratamento muito rápido e seguro, que usa técnicas psicológicas, validadas cientificamente, para mudar comportamentos, sentimentos, pensamentos ou hábitos que afetam a saúde mental das pessoas. A Psicoterapia HBM utiliza as técnicas de Morfese e Athenese baseadas na Hipnose Clínica e na Programação Neurolinguística, para uma intervenção mental mais rápida e assertiva.

Com recurso às técnicas de Psicoterapia HBM, encontram-se as causas e origens dos problemas emocionais que condicionam as pessoas no seu dia-a-dia, prejudicando a sua felicidade e bem-estar, promovendo-se as mudanças necessárias a uma verdadeira recuperação. 

A Psicoterapia HBM funciona como um GPS que percorre o Mapa da Mente e ajuda o Psicoterapeuta a descobrir a origem emocional do problema que provoca a perturbação, conduzindo o paciente a vencer e ultrapassar as dificuldades que condicionam todo o seu estado mental, sem recurso a medicação.

 

Como a Psicoterapia HBM pode ajudar com Stress Pós-traumático?

 

Através de um processo de tratamento cuidadosamente estruturado, a pessoa consegue entender as suas emoções, comportamentos e pensamentos, percebendo o impacto de determinadas experiências no seu estado de ansiedade e, acima de tudo, encontrar o que o torna feliz num estado de tranquilidade e paz interior.

O grande objetivo da psicoterapia é reencontrar o equilíbrio emocional e para isso este método de tratamento ajuda o paciente a:

Identificar os eventos traumáticos que originaram os medos intensos e ajudar quem sofre na libertação emocional dessas memorias traumáticas;

Criar mecanismos mentais de forma a bloquear as reações de stress e de ansiedade extrema;

Treinar a mente a bloquear estados de ansiedade ou de stress;

Encontrar estratégias para o ajudar a adaptar-se a novos desafios;

Retomar o controlo da sua própria vida e da sua paz interior.