Os medos irracionais limitam imenso a vida de quem sofre. São aparentemente pequenos medos que têm um grande impacto na vida de quem sofre.

Fobia

Estamos num estado de Fobia ou de Pânico quando a Ansiedade sentida é excessiva em relação ao perigo real de determinada experiência.

As Fobias são estados mentais e físicos causados pelo medo que temos de determinada experiência ou exposição. Dizemos que estamos num estado Fóbico ou de Pânico quando a Ansiedade sentida é excessiva em relação ao perigo real que determinada experiência ou exposição representa.

CAUSAS DAS FOBIAS

Há experiências que nos traumatizam e criam reações involuntárias que não compreendemos. É na infância que nascem 90% destes medos.

As Fobias ou Medos inconscientes são processos mentais errados que a nossa mente desenvolve a partir de uma experiência traumática passada.

As Fobias mais comuns:

  • Acrofobia – medo extremo de alturas
  • Agorafobia – medo de estar em espaços abertos cheios de pessoas
  • Aicmofobia – medo de agulhas/seringas
  • Aracnofobia – medo de aranhas
  • Cinofobia – medo de cães
  • Claustrofobia – medo de lugares apertados (como elevadores)
  • Coulrofobia – medo de palhaços
  • Insectofobia – medo de insetos
  • Nictofobia – medo do escuro
  • Odontofobia – medo do dentista
  • Ofidiofobia – medo de cobras
  • Zoofobia – medo de animais

SINTOMAS DAS FOBIAS

A vergonha de ter estes medos provocam ainda mais mal-estar do que o susto que eles provocam.

Perante a exposição ou pelo mero pensamento sobre o estímulo Fóbico, é frequente existir:

  • Medo Extremo
  • Sintomas da ansiedade
  • Incapacidade de se manter na presença do estímulo agressor
  • Aversão, repulsa
  • Necessidade irracional de fuga

TRATAR AS FOBIAS?

A única forma de superar este flagelo é treinando a mente humana a resistir ao medo involuntário, e isso é possível com a psicoterapia.

Raramente são conhecidos os eventos traumáticos causadores das fobias específicas. Todavia, o modelo psicoterapêutico HBM é composto por técnicas terapêuticas que podem ajudar o paciente a eliminar medos, mesmo que a sua origem seja desconhecida, tais como os medos provocados nos primeiros anos de vida.

 

Comentários