Ansiedade

O que é a Ansiedade?

Sempre que se tem medo gera-se nas pessoas um estado de ansiedade. As experiências do passado podem gerar desequilíbrios emocionais que potencia um estado de medo constante.

A Ansiedade pode ser um estado verdadeiramente limitador do nosso bem-estar, criando desconforto e bloqueios na nossa ação. Encontra-se neste estado sempre que se tem medo que alguma experiência possa provocar dor. Quanto maior for a dor, mais medo se tem e mais Ansiedade se gera.

Chama-se Ansiedade às sensações físicas que mantêm o ser humano preparado para uma reação ao perigo que enfrenta ou que pensa enfrentar. Sempre que se tem medo de algo agressor, o corpo entra num estado de vigília no qual fica preparado para reagir a agressões exteriores, e o cérebro fica com maior agilidade de raciocínio, numa tentativa de, confrontado com o perigo, conseguir encontrar uma solução.

É normal as pessoas sentirem estados de Ansiedade, no entanto quando sentida sem uma razão aparente, perturba imenso. Este estado limita a tranquilidade e serenidade das pessoas, criando estados de medo, vigilância e stress a perigos que, por vezes, se reconhece não terem verdadeiramente a importância que se lhes dá. 

Causas da Ansiedade

Esta incongruência, em que se sente o que não se quer sentir, acontece como uma reação mental às experiências traumáticas do passado que se pretendem evitar, mesmo que não estejam presentes os mesmos elementos agressores.

Como exemplo, uma criança vítima de agressões na escola pode desenvolver em adulto comportamentos de afastamento social, pois inconscientemente teme que o contacto social lhe seja novamente agressor e, mesmo sabendo racionalmente que não será agredido, a reação instintiva será a fuga a essas situações.

Quando as crianças são sujeitas a grande pressão dos seus pais ou tutores, com exigências excessivas para estudar, para cumprirem regras, para se comportarem de determinado modo –  entre outras formas de pressão – podem desenvolver, quando adolescentes e adultos, estados de Ansiedade generalizada. Entram facilmente em estados de bloqueio anímico perante a possibilidade de falharem as suas tarefas e de serem criticados pelos outros.

Estes adultos são hipervigilantes ao seu próprio erro, nunca sentindo que fizeram bem o suficiente, receando sempre a avaliação dos outros.

Sintomas da Ansiedade

Os principais sintomas dos estados ansiosos são:

  • batimento cardíaco acelerado
  • problemas digestivos
  • respiração irregular
  • hipervigilância no foco de medo
  • tensão muscular
  • insónias
  • suores
  • tremuras
  • confusão mental e bloqueios anímicos

Todas as pessoas manifestam outros sintomas mais ou menos evidentes. A intensidade destes sintomas reflete o nível de medo percebido das experiências que nos preocupam.

Tratamento da Ansiedade

O tratamento mais usado é ainda o farmacológico, com recurso a medicamentos que atuam nos sintomas da Ansiedade. No entanto, para algumas pessoas com sintomas mais fortes, a medicação não dá resultado ou os efeitos secundários são muito negativos. Para outras pessoas, tomar medicação para alterar os seus pensamentos e emoções não faz sentido.

Assim, nos casos mais graves, trabalhar nas causas da Ansiedade poderá ser a solução para a maioria das pessoas. A Psicoterapia é a ciência que trabalha as causas das perturbações mentais e o modelo psicoterapêutico HBM está indicado paras as perturbações mais graves.

 

O que é a Psicoterapia HBM?

 

A Psicoterapia HBM é um método de tratamento muito rápido e seguro, que usa técnicas psicológicas, validadas cientificamente, para mudar comportamentos, sentimentos, pensamentos ou hábitos que afetam a saúde mental das pessoas. A Psicoterapia HBM utiliza as técnicas de Morfese e Athenese baseadas na Hipnose Clínica e na Programação Neurolinguística, para uma intervenção mental mais rápida e assertiva.

Com recurso às técnicas de Psicoterapia HBM, encontram-se as causas e origens dos problemas emocionais que condicionam as pessoas no seu dia-a-dia, prejudicando a sua felicidade e bem-estar, promovendo-se as mudanças necessárias a uma verdadeira recuperação. 

A Psicoterapia HBM funciona como um GPS que percorre o Mapa da Mente e ajuda o Psicoterapeuta a descobrir a origem emocional do problema que provoca a perturbação, conduzindo o paciente a vencer e ultrapassar as dificuldades que condicionam todo o seu estado mental, sem recurso a medicação.

 

Como a Psicoterapia HBM pode ajudar na Ansiedade?

 

Através de um processo de tratamento cuidadosamente estruturado, a pessoa consegue entender as emoções e pensamentos que a tornam ansiosa, e acima de tudo, ultrapassar o que a perturba ficando feliz numa sensação de calma e paz interior.

Como se demonstra em estudos publicados, 76,1% das pessoas que fizeram tratamento deixaram de sentir qualquer sintoma perturbador da Ansiedade  com apenas 8 a 10 sessões de tratamento. A Psicoterapia HBM tem demonstrado ser o tratamento mais eficaz no tratamento da Ansiedade desde nos seus estados mais leves até aos estados mais severos.

O grande objetivo da psicoterapia é reencontrar o equilíbrio emocional e para isso este método de tratamento ajuda a pessoa a:

Conseguir fazer a gestão emocional das questões do passado que ainda hoje condicionam o seu dia-a-dia, tais como bullying na infância, conflitos com os pais e família, stress no trabalho, traumas ou ataques de pânico.

Encontrar mecanismos para o ajudar a adaptar-se a novos desafios e experiências;

Treinar a mente a bloquear estados de ansiedade, de medo ou de stress

Melhorar as capacidades de comunicação e a qualidade das suas relações interpessoais;

Retomar o controlo da sua própria vida e da sua paz interior.

Artigos recomendados

Testemunhos

A Psicoterapia HBM é um modelo de intervenção psicoterapêutica assente no mapa do comportamento humano. Saiba como funciona.

TV & Imprensa

Em parceria com a TVI, a Clínica da Mente tratou Hugo Carvalho, que sofria de Ataques de Pânico que o impediam de ter uma vida normal. Veja o testemunho.

Perturbações

Sentir constantemente que está à beira da morte ou preso a um Pânico parece ser uma coisa de loucos.