Pânico: "Pensei que o meu problema não teria solução" | Testemunho

panico-pensei-que-o-meu-problema-nao-teria-solucao

A Lina sofria de Ataques de Pânico e Ansiedade

Cheguei à Clínica da Mente com pouca esperança na resolução do meu problema. Tinha ataques de ansiedade e de pânico severos à mais de 5 anos. Eram ataques muito intensos, que me deixavam temporariamente impossibilitada. Fazia medicação, mas a determinada altura já nem isso me ajudava.

Tive conhecimento da Clínica da Mente pela internet e confesso que pensei que iria perder tempo e dinheiro. Pensei que o meu problema nunca iria ter solução e iria viver o resto da vida condicionada. Tentei nunca deixar de fazer o meu trabalho e fazer a minha vida diária normalmente, mas também devido a isso tinha cerca de 2/3 ataques por dia. Sentia-me frustrada, impotente e sem esperança. Como já tinha tentado várias soluções, resolvi arriscar, uma vez que não tinha mais nada a perder.

Desde o primeiro contacto com a Clínica da Mente que me senti mais confortável, com pessoas extremamente simpáticas, atenciosas, sempre disponíveis. O ambiente é acolhedor, limpo (agora com a situação do Covid-19, estava sempre tudo desinfectado), calmo.

Fui assistida por uma Dra que desde o início me transmitiu tranquilidade, segurança e esperança. Fizemos o plano de tratamento, testes e terapia. Passado cerca de um ano, quando fui à última consulta, constactámos que há mais de 4 meses que não tinha um único ataque de pânico ou de ansiedade.

Venho dar o meu testemunho porque foi devido ao de outra pessoa que conheci a Clínica da Mente. Sei o que podemos sentir e como pode ser tão avassalador, mas neste momento sei também que pode ser “curado”. Hoje não faço medicação nenhuma, faço a minha vida perfeitamente normal e já nem me lembro quando foi o último ataque que tive.

Acreditem, porque terão pessoas excepcionais ao vosso dispor e que tentarão de todas as maneiras ajudar. Não tenho como agradecer a toda a equipa e principalmente à Dra que me acompanhou. Foi das melhores profissionais de saúde que tive o prazer de conhecer e sem a ajuda dela não tinha recuperado.
Boa sorte!

Lina Cartas Justa

QUER SABER MAIS SOBRE PSICOTERAPIA HBM?

Comentários