"Em homens jovens, a maior parte das causas da disfunção erétil são psicológicas" | Porto Canal

A Disfunção Erétil ou “impotência sexual” define-se pela incapacidade constante ou recorrente de obter/manter uma ereção que permita uma atividade sexual satisfatória durante pelo menos três meses.

Trata-se de um problema que pode atingir qualquer idade, embora seja mais comum em idades avançadas. Devido ao estigma e ao impacto na autoestima, a maioria dos homens não pede ajuda, o que por si só, agrava o problema.

Dados interessantes

• A Disfunção Erétil afeta 29% dos homens entre os 40-49 anos – 50% entre os 50 e os 59 anos e 74% entre os 60 e os 69 anos 

• Estima-se que, em Portugal, afete cerca de 13% (500.000) dos homens

• Cerca de 90% dos casos de Disfunção Erétil são tratáveis

Quais as causas da Disfunção Erétil?

A Disfunção Erétil pode ter causas fisiológicas/físicas, tais como doenças cardiovasculares (diabetes, hipertensão, etc.), doenças urológicas ou até o consumo em excesso de álcool ou drogas. 

No entanto, as causas psicológicas têm um grande peso na origem da Disfunção Erétil, principalmente nos homens mais jovens. “O problema psicológico é sempre uma consequência da disfunção erétil, mas também pode ser a causa”, diz o psicoterapeuta Pedro Brás

A Depressão, o Stress e a Ansiedade estão muitas vezes na origem deste problema que afeta de forma tão marcante a população masculina.

Qual o processo da Disfunção Erétil de origem psicológica?

A Disfunção Erétil de origem psicológica deriva de um processo mental de Ansiedade

A ereção é um fenómeno inconsciente que ocorre de forma involuntária em resposta a estímulos externos desencadeadores de desejo sexual. Quando, por algum motivo, o homem não tem ou perde a ereção durante o ato sexual, este momento torna-se marcante e traumático. 

A perda ou ausência de ereção pode ser devido a cansaço, a algum problema do dia-a-dia ou a qualquer outro fator externo sem grande importância. Mas o que a mente humana retém, é o momento traumático da perda/ausência de ereção. 

O medo em falhar novamente, vai surgir de imediato. Neste momento, o homem entra num ciclo de ter medo de voltar a perder a ereção. E quanto mais medo tem, mais ansioso fica e mais facilmente perde a ereção.

Como tratar a Disfunção Erétil? Há esperança?

A Disfunção Erétil pode ser tratada com auxílio da Psicoterapia. A pergunta que se impõe é: e como é que a Psicoterapia HBM pode ajudar?

O modelo psicoterapêutico HBM vai ajudar a pessoa a identificar o exato momento em que a ausência/perda de ereção aconteceu pela primeira vez. Depois disso irá encontrar o motivo que esteve na origem desse acontecimento. O passo seguinte é utilizar técnicas psicoterapêuticas que irão dissociar o evento traumático da Ansiedade sentida. Através da dissociação, o medo em falhar desaparece e a Ansiedade associada também. E desta forma o processo de ereção volta a ocorrer dentro da normalidade.

Consultório | Porto Canal

Comentários

CLOSE
CLOSE