Agorafobia: "medo intenso de voltar a sentir sensações de Ansiedade" | RTP1

A agorafobia pertence ao grupo das perturbações de Ansiedade e define-se por um medo intenso de voltar a sentir sensações de Ansiedade, em situações ou locais em que a saída possa ser difícil e em que a ajuda, caso a pessoa necessita, possa estar comprometida.

Para simplificar, a agorafobia é o medo de voltar a sentir medo em todas as situações em que a pessoa se encontra fora de casa, como sejam: espaços abertos com aglomerados de pessoa, transportes públicos, estar numa fila de trânsito e/ou sair de casa sozinho.

De forma geral, a agorafobia desenvolve-se após ter tido um ou vários episódios de Ataques de Pânico.

Uma pessoa que sofre de agorafobia tem dificuldade em se sentir confortável em lugares públicos com muita gente e, em situações extremas, esta perturbação pode incapacitar a pessoa de sair à rua.

Na situação pela qual estamos todos a passar, esta perturbação pode intensificar na medida em que, para além do próprio medo dos espaços abertos e aglomerados de pessoa, existe um perigo real e concreto que é o de contrair o vírus. Neste sentido, esta realidade social pode dificultar ainda mais a saída de casa para quem sofre desta perturbação.

Como referido acima, a agorafobia é uma perturbação de Ansiedade e como todas as perturbações psicológicas é necessário procurar ajuda de um profissional de saúde, mais especificamente de um psicólogo.

A realização de um acompanhamento psicoterapêutico, torna-se necessária, para ajudar a pessoa a libertar-se dos seus medos inconscientes, e ajudá-la a sentir-se mais funcional no seu dia-a-dia, diminuído e anulando assim as sensações de Ansiedade. 

O meu conselho para quem estiver a sofrer é que não adiem mais estes medos, apesar de estarmos numa situação de isolamento coletivo, existem soluções. As Consultas Online são uma boa opção para ajudar quem mais precisa. A Saúde Mental nunca foi tão importante!

Bom dia Portugal | RTP1

QUER SABER MAIS SOBRE PSICOTERAPIA HBM?

Comentários