Cancro da mama e Psicoterapia HBM: juntos pela vitória

Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama

Há pessoas que nos marcam, há histórias que nos tocam...

Como aprender a viver com o diagnóstico de CANCRO? Como se vive com o cancro em nós? Como se reaprende a viver depois do cancro? Será que a Psicoterapia pode ajudar? Como? Valerá a pena o acompanhamento psicológico? Será que já não basta ter de aguentar a inevitável invasão dos médicos e enfermeiros na nossa vida, o sacrifício das consultas hospitalares constantes, a dor das sensações e das emoções desconhecidas? 

Esta é a história da Isabel, o testemunho clínico de uma guerreira cor-de-rosa que venceu o cancro com a ajuda da Psicoterapia HBM.

“Aquele momento em que recebi a confirmação do diagnóstico de CANCRO DA MAMA foi como um filme a ser transmitido na minha mente: senti que o mundo tinha parado ali… Logo depois, tive de regressar a mim porque a consulta com a ginecologista ia decorrer passada 1 hora. Sim, eu tive de abrir os resultados antes, e verificá-los sozinha. Isto quando os dias de espera pelos resultados da biópsia tinham sido já demasiado difíceis de suportar. 

Tive a imensa bênção de ser acompanhada por uma ginecologista experiente, que soube o que me dizer: “Vai ter um ano muito difícil, tanto a nível físico, como psicológico, mas vai acabar bem!”. Chorei muito nesse dia. Muito mesmo. Andava a ter muita dificuldade em dormir nessas noites, a ter pesadelos e, no dia a seguir a esta consulta acordei em angústia a pensar no sofrimento dos meus pais. Chorei muito, novamente. E depois levantei-me e fui à luta! Combati aquele cancro em todas as frentes: marquei consulta de nutrição, fui ao psiquiatra para me substituir o ‘diazepam’ (que me tinha ajudado a dormir por algumas noites, mas do qual eu não queria ficar dependente) e, pedi ajuda na Clínica da Mente.

A Clínica da Mente fez parte da cura e da recuperação: na fase do choque, da batalha, e depois da reabilitação. Eu precisava de cuidar bem do meu corpo, mas muito também da minha mente. Eu não podia ir-me abaixo e sabia que cuidar das minhas emoções era meia batalha ganha! O tratamento na Clínica da Mente ajudou-me a libertar da angústia das semanas anteriores, desde o primeiro sinal de suspeita de cancro, até à confirmação, ajudou-me a preparar para conseguir dar a notícia à minha família. 

Depois veio a quimioterapia e as inevitáveis e incessantes mudanças no meu corpo. O cabelo foi-se, a mama iria também com a cirurgia… e havia imensas dúvidas acerca da sua reconstrução. Senti-me perdida e assustada! O meu corpo também já não funcionava como eu o conhecia. Ter apoio psicológico nesta fase foi imprescindível porque tive um espaço só meu para me queixar das pequenas e das grandes dificuldades. E as técnicas da psicoterapia HBM ajudaram-me a fortalecer-me e a reunir de novo energia para continuar a lutar.

Percebi também a importância do meu companheiro ter também ele apoio psicológico, não apenas por o cancro ter entrado nas nossas vidas, mas também relativamente àqueles desafios que existiam na nossa relação, como as mudanças na nossa vida sexual, já que esta é uma área em que mulher e companheiro passam por grandes mudanças e ambos precisam de apoio. 

Após a cirurgia, da mastectomia e reconstrução imediata da mama, fiz a última consulta de psicoterapia desta fase, onde consegui eliminar da minha mente o cancro e as sequelas que deixou em mim, foi profundamente libertador! O meu cabelo crescia cheio de vitalidade, quase como uma metáfora desta fase da minha vida: re-nascer! 

O medo de uma recidiva não desapareceu, claro, mas nos momentos de exames de rotina, nos momentos de maior medo, eu sabia que a minha Terapeuta estava lá, e quando sentia a necessidade, ia buscar novo fôlego para continuar a reconstruir a minha vida.
Profundamente grata a si, Dr.ª Marta Calado, e à Clínica da Mente! Bem hajam!”

Segundo a Liga Portuguesa Contra o Cancro, são identificados seis mil novos casos de Cancro da Mama a cada ano, em Portugal. Por dia, são diagnosticados 11 novos casos. O apoio psicológico mostra-se como fundamental na luta contra o cancro. 

A Clínica da Mente presta desta forma a sua homenagem e dedicação a todos aqueles que, de forma direta ou indireta, lutam nesta dura batalha contra o cancro, em todas as suas formas de manifestação no corpo, e na mente.

Comentários