Bulimia: causas, sinais e tratamento

A Bulimia, também conhecida por Bulimia Nervosa, é um distúrbio alimentar caracterizado por períodos de compulsão alimentar seguidos de comportamentos não saudáveis, com o objetivo de perder peso, como a indução do vómito, o uso de laxantes e diuréticos e até mesmo o exercício físico excessivo. É um distúrbio muito sério e complexo e o seu tratamento exige um tratamento intensivo de Psicoterapia.

Causas da Bulimia

Tudo começa com a vontade de emagrecer a todo o custo. As meninas que se sentem infelizes e que acham que a causa da sua infelicidade é a sua imagem e o seu peso, começam a evitar comer e a escolher os alimentos que consomem, criando uma fobia extrema a engordar. O problema é que a causa da infelicidade que muitas jovens sentem, não é a sua imagem, mas o bullying que fazem com elas. Muitas meninas com mais peso, são gozadas e sentem-se rejeitadas por esse facto. Mas o problema não é a sua imagem é a má formação de quem goza com os outros, o bully.

Assim, começa um processo anorético, onde se emagrece para se sentirem felizes e enquanto não se sentirem felizes, o peso é sempre excessivo, mesmo que estejam já em magreza extrema.

No entanto, neste processo de emagrecimento é difícil controlar a fome e quando a fome é extrema, inicia-se um processo de compulsão alimentar, onde as pessoas não controlam a fome e comem quantidades de comida tão grandes que acabam por se sentirem mal e com culpa e vomitam para aliviarem o desconforto.

Outra razão para se comer em excesso é o mecanismo de compensação emocional. As pessoas que se sentem depressivas ou ansiosas, podem encontrar na comida o conforto que as faz esquecer momentaneamente as suas angústias. O problema é que quando param de comer as angústias voltam, e para aliviar essas dores, a vontade de comer volta também. Para quem também tem a fobia a engordar esta compulsão alimentar cria um terceiro comportamento que é a de vomitar logo a seguir as refeições. Quando vomitam as jovens aliviam a má disposição e a culpa por terem comido demais e como resultado não engordam.

Sinais de Bulimia

  • Medo de engordar
  • Alimentação compulsiva (incapacidade de controlar tais episódios)
  • Peso normal
  • Os períodos menstruais tornam-se irregulares
  • Uso excessivo de laxantes e/ou indução do vómito

Tratamento da Bulimia

As jovens vítimas deste transtorno, sentem vergonha e evitam demonstrar estes factos mesmos com as pessoas com quem convivem.

Ao contrário da Anorexia, as pessoas com Bulimia mantêm o seu peso dentro do seu normal, apesar do excesso alimentar. As jovens ficam presas dentro deste ciclo psicológico que perturba imenso e limitam o seu bem-estar.

Por esse motivo, a Psicoterapia HBM torna-se um  eficaz tratamento para a Bulimia, pois através das suas técnicas específicas trabalha as emoções, resinificando experiências e sentimentos que estão na origem deste distúrbio alimentar.

Este grave problema psicológico provoca também, problemas físicos tais como, anemia, problemas hormonais que provocam alterações nos ciclos menstruais e problemas com a dentição, uma vez que os ácidos do estômago provocam a corrosão do esmalte dos dentes.

Comentários