São um conjunto de pensamentos focados no «perigo»: enquanto o perigo não desaparecer os pensamentos também não desaparecem. O problema é quando o perigo não é real.

mulher de luvas amarelas esfrega um balcão brilhante com pano azul

O Transtorno Obsessivo Compulsivo é um estado mental que deriva da Ansiedade. A Ansiedade é um processo físico que mantém a pessoa em alerta, provocando um estado de vigília, no qual todo o corpo fica preparado para reagir a agressões exteriores e o cérebro fica com maior agilidade de raciocínio, absolutamente focado num pensamento, numa tentativa de, perante o medo, conseguir encontrar uma solução.

A este conjunto de pensamentos focados no perigo chamam-se pensamentos obsessivos, pois enquanto o perigo não desaparecer os pensamentos de proteção também não desaparecem.

Estes pensamentos identificam-se como uma perturbação emocional quando o perigo não é real mas mesmo assim o processo de vigilância permanece, provocando os pensamentos obsessivos.

CAUSAS DO TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO

Traumas do passado estão na origem deste problema, que é considerado a perturbação emocional que mais limita o ser humano.

Obsessão - homem preocupado rói as unhas

Os estados ansiosos, gerados por algumas experiências traumáticas do passado, podem provocar obsessões constantes e repetitivas que obrigam a agir e executar determinadas tarefas para minimizar esse estado. Chama-se a esta perturbação Transtorno Obsessivo Compulsivo, na medida em que só é possível baixar o nível de Ansiedade cedendo ao pensamento e executando tarefas repetitivas.

Na sua maioria, as Obsessões são iniciadas com um Ataque de Pânico. Estas situações, ao criarem um medo extremo, desenvolvem um mecanismo mental de defesa perante o que provocou o Ataque de Pânico, e o medo inconsciente de que este evento ocorra novamente cria um estado de Ansiedade que provoca as Obsessões.

Menos comum mas ainda assim importante, temos as crenças erradas que constituem a personalidade da pessoa como responsável por uma parte das perturbações obsessivas.

SINTOMAS DO TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO

Os rituais são estratégias para parar o pensamento obsessivo. Funcionam até ao próprio pensamento nos perturbar novamente, num ciclo sem fim.

Pensamentos e medos mais frequentes:

Medo da insegurança

Leva a comportamentos obsessivo-compulsivos como fechar portas e janelas continuamente, verificação de não ter perdido objetos, preocupação com as atitudes de pessoas mais próximas, entre outras.Homem com alguma idade ausculta-se a si próprio com expressão obsessiva

Medo de Doenças / Morte

Conduz a comportamentos obsessivo-compulsivos como verificação da pulsação cardíaca, intensa vigília sobre sensações anormais do corpo, preocupação excessiva sobre o desconforto físico, lavagem frequente do corpo com medo de contaminação, não tocar em determinados objetos, entre outras.

Medo de ter determinados pensamentos

Leva a comportamentos obsessivo-compulsivos como não sair de casa, não querer falar com ninguém, loucura e desespero, entre outras.

Rituais

As pessoas que sofrem com pensamentos obsessivos podem desenvolver um processo mental de ritualizar ações como forma de minimizar a Ansiedade, pensando: “se não fizer isto, vai acontecer aquilo”. A Ansiedade inconsciente é, nestes casos, diminuída pelos rituais, mas os próprios rituais são, por si só, perturbações obsessivas e compulsivas.

Alguns rituais provocados pelas Obsessões:

  • Dizer determinadas palavras ou contar coisas
  • Tocar em objetos um determinado número de vezes
  • Não realizar determinadas tarefas
  • Ter rotinas diárias bem definidas

TRATAR O TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO

As pessoas que sofrem precisam que as entendam, de alguém que procure, com eles, as causas dos seus medos irracionais. A cura está neste processo, enquanto a medicação só acalma, não resolve.

O modelo psicoterapêutico HBM age como um GPS na busca das causas inconscientes que levam ao comportamento obsessivo. Os psicoterapeutas que utilizam este método inovador conseguem, com resultados excelentes, encontrar as causas das perturbações mentais, ajudando os pacientes a encontrarem a sua paz e tranquilidade.

 

Comentários