impotência sexual masculina

Salvo algumas situações do foro fisiológico, a disfunção erétil deriva de um processo mental da Ansiedade.

A mente é um conjunto de processos produzidos pelo nosso Cérebro que comandam o funcionamento da nosso corpo e da nossa existência. Em parte desses processos nós temos a consciência do seu funcionamento; noutros processos não temos essa consciência, isto define a nossa mente inconsciente e mente consciente.

A ereção masculina é um processo inconsciente. Os homens não sabem o que fazer para ter uma ereção do pénis; têm a ereção quando é preciso, ou seja, sempre que os animais masculinos (machos) se apercebem de que vão ter uma relação sexual, o corpo reage a essa experiência positiva, criando um estado físico que permita essa experiência e, neste caso, cria a ereção do pénis para ser possível a penetração no órgão feminino, a vagina. Conscientemente, nós não sabemos fazer o coração bater mais rápido ou fazer com que os rins funcionem, ou mesmo como criar mais fluxo sanguíneo no pénis para a ereção: esses são processos da nossa mente inconsciente.

Mas como é que funciona o processo da ereção masculina?

Simples. A ereção do pénis acontece quando a mente se apercebe que é necessário, e é necessário quando pensamos em ter uma experiência sexual, logo sempre que o homem coloca na sua imaginação imagens de cariz sexual a sua mente inconsciente, considerando essa vontade sexual, cria fisicamente um estado que possibilite essa ação.

Então o que provoca a impotência sexual?

Por vezes, durante uma relação sexual normal, o homem perde a ereção por cansaço, distração ou outros factores, o que causa um grande embaraço, traumatizando-o por considerar esse facto como um incidente que prejudica a sua imagem e por culturalmente ser considerado como falta de virilidade.

A partir daqui, quando está prestes a iniciar uma atividade sexual, o receio de estar impotente leva o homem a concentrar-se nesse medo, impossibilitando-o de criar imagens mentais da atividade sexual que proporcionam a ereção. Estes pensamentos de medo não favorecem o processo mental da ereção.

Como se pode tratar a disfunção erétil?

Para conseguir voltar a ter um comportamento sexual normal, o homem que sofre desta perturbação tem que se dissociar da Ansiedade que se gerou no momento traumático inicial onde falhou a relação sexual. Assim, ao não ter medo que volte a acontecer, os pensamentos fluem normalmente para o ato sexual criando uma ereção normal que permita executar a experiência que pensa ter.

Comentários